Pages Navigation Menu

Vida outdoor, Ornitologia, Literatura Selvagem

George Schaller

George Schaller no Congo em 1960 (Fonte http://onwisconsin.uwalumni.com/content/uploads/2010/05/Schaller-opener_525.jpg

George Schaller por Fábio Olmos

1933 – George Schaller nasce em Berlim. 1945 – com o fim da guerra, George Schaller recolhe restos de comida deixados por soldados americanos. 1947 – George Schaller, sua mãe e irmão imigram para os Estados Unidos. Na escola, ele é um aluno medíocre. 1952 – George Schaller, calouro na Universidade do Alasca, participa de seu primeiro trabalho de campo. Ele conhece Kay, sua esposa até hoje. 1956 – George Schaller, com seus professores Olaus e Mardy Murie, estudam o que, graças aos Murie, se tornaria o Arctic National Wildlife Refuge.  1957 – George Schaller deixa de ser um “estrangeiro inimigo” e se torna cidadão americano. Ele e Kay se casam. 1959 – George Schaller e Kay iniciam, no então Congo Belga, o primeiro estudo sobre gorilas. Ele descobre que se sentar sobre uma árvore os gorilas rapidamente se habituam à sua presença. 1961-1962 – Nascem Eric e Mark Schaller. 1963 – Os Schallers se mudam para a Índia, onde iniciam estudos sobre tigres e suas presas no Parque Nacional Kanha. 1966 – Os Schallers iniciam um projeto com leões no Serengeti.

51GpaGiZkKL

Livro The Tear of the Gorilla (http://www.amazon.com/George-B.-Schaller/e/B001IXNT8S)

gschaller2

Hoje o clássico livro The Serengeti Lion (http://www.amazon.com/George-B.-Schaller/e/B001IXNT8S)

1970 – George Schaller inicia seus estudos sobre ungulados e predadores no Himalaia. Ele se torna um de apenas dois ocidentais a verem um leopardo-das-neves entre 1950 e 1978. 1977 – George Schaller inicia um estudo sobre onças-pintadas no Pantanal brasileiro. Onças que ele monitora são mortas por vaqueiros. Peter Crawshaw e Howard Quigley continuam o projeto, o início dos estudos sobre grandes gatos no país. 1980 – George e Kay Schaller iniciam estudos sobre o panda-gigante na China……

snow-leopard_1522_990x742

A primeira foto conhecida de um leopardo da neve (por George Schaller no início dos anos 1970, fonte: http://photography.nationalgeographic.com/wallpaper/photography/photos/milestones-wildlife-photography/snow-leopard/)

Entre 1980 e 2014 George Schaller trabalha com ursos na Mongolia, guepardos no Iran, várias criaturas em Myanmar, Bhutan, Laos, Russia, Tadjikistan….. Mas a parte do mundo que o atrai é o Planalto Tibetano. Seus esforços resultam na criação de várias áreas protegidas ali.

Ele já passou mais tempo na China do que em sua casa em Connecticut. É um gigante entre os biólogos de campo, daqueles que cultivam a ciência da história natural.

2014 – George Schaller, Peter Crawshaw e eu visitamos o Parque Nacional do Viruá, em Roraima. Exploramos rios, entramos em brejos, buscamos vestígios de onças. Identifico aves para George, que nos conta estórias das viagens ao planalto tibetano e outros lugares. Descubro que ele é simples, tranquilo, modesto. Adora café, quer saber os nomes das árvores, peixes, aves. Para quando um macaco-prego, bicho que já deve ter visto milhares de vezes, aparece. Ganho um exemplar autografado de seu 16º livro, Tibet Wild. Aos 81 anos, ele caminha mais rápido que eu.

2014-09-07 Viruá 002

George Schaller no Viruá 2014 (Foto F. Olmos)

Um Comentário

  1. Muito legal a ideia de ter essa área para compartilhar grandes nomes Marcos, e ainda mais começando ela por um nome como Schaller.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *