Pages Navigation Menu

Vida outdoor, Ornitologia, Literatura Selvagem

Passarinho que come pedra

Texto de Marco Aurélio Pizo

Usando um termo técnico para tornar o ditado popular mais sem graça porém mais polido, diria: “passarinho que come pedra sabe a cloaca que tem”. Mas que passarinho comeria pedra e para quê? Na verdade várias aves fazem isso e a razão remonta ao passado remoto quando, há mais de 100 milhões de anos 1, as aves ganharam um bico mas perderam os dentes. E que falta fazem os dentes! Sem eles é mais difícil triturar os alimentos e assim prepará-los para a digestão. Evolutivamente este problema foi resolvido com o desenvolvimento de um estômago muscular, a moela das aves, tanto mais poderoso quanto mais duro o alimento normalmente ingerido. A moela faz as vezes dos dentes que as aves não têm, promovendo por ação muscular a trituração do alimento. É para ajudar neste processo que as aves comem pedras que, uma vez em seus estômagos, são tecnicamente conhecidas por gastrólitos. Essas pedrinhas auxiliam na ação mecânica da moela. Então, da próxima vez que ver uma ave comendo pedras, não se trata de um inconsequente, mas apenas alguém querendo aproveitar ao máximo o que comeu.

 

1 Meredith, R. W. , G. Zhang, M. Thomas P. Gilbert, E. D. Jarvis, M.S. Springer. 2014. Evidence for a single loss of mineralized teeth in the common avian ancestor. Science Vol. 346 no. 6215. http://www.sciencemag.org/content/346/6215/1254390

american-kestrel-2798-ron-dudley

Quiriquiri (Foto de Ron Dudley, Fonte: http://www.featheredphotography.com/blog/2012/11/05/american-kestrel-eating-grit/ )

 

2 Comentários

  1. Muito interessante… curioso mesmo!Como sou ignorante!

  2. Bem interessante. Gostei da informação!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *