Pages Navigation Menu

Vida outdoor, Ornitologia, Literatura Selvagem

O equinócio e o canto dos sabiás

Equinócio de primavera (Foto de André Catani)

Equinócio é o nome dado à data do ano quando o dia e a noite têm o mesmo número de horas. Tecnicamente, o equinócio é mais do que isso. O equinócio é o momento em que o movimento de revolução da Terra em torno do Sol faz com que este último se encontre no zênite do equador. Assim os raios solares atingem perpendicularmente o eixo de rotação da Terra. O equinócio ocorre duas vezes durante o ano e, nesse momento, o período de exposição à luz do sol (fotoperíodo) é exatamente igual ao período da noite.

Equinócio (Fonte: wikipedia)

 

Há duas datas de equinócio ao ano; a primeira por volta do dia 20 de março, que dá início ao outono no hemisfério sul e a primavera no hemisfério norte; a segunda por volta do dia 21 de setembro, que dá início à primavera no hemisfério sul e ao outono no hemisfério norte.

Esta semana estamos comemorando o início da primavera. A partir desta data, todos os dias terão um minuto a mais de sol do que o dia anterior, e o mesmo minuto a menos de noite. Mais luz significa que as plantas terão mais tempo para tragá-la e traduzi-la em “verde novo, em folha, em graça, em vida, em força, em luz”. Com isso essas plantas crescem, nascem folhas novas. Isso significa comida pra os animais herbívoros, aqueles que comem plantas, sendo as folhas verdes e suculentas as preferidas. Dentre estes animais destacam-se os insetos, que a partir do equinócio saem de suas vidas letárgicas com o único propósito de comer e se reproduzir. São milhões, bilhões, trilhões, sabe-se lá quantos insetos herbívoros brotam neste momento. Mal sabemos ainda o número de espécies de insetos no mundo, quiçá o número de indivíduos de cada espécie!

Esses insetos, geralmente em formas larvais, as quais algumas chamamos de ‘lagartas’ ou ‘taturanas’, ou mesmo nas suas formas adultas, são devoradores de folhas, e engordam a uma velocidade estonteante, tornando-os pratos cheios e nutritivos aos animais insetívoros. Dentre os animais insetívoros, destacam-se as aves, que até então, antes do equinócio, vinham economizando o máximo de energia devido à escassez destes insetos. Assim, essas aves voavam menos, interagiam menos e cantavam menos.

O aumento da luminosidade depois do equinócio começa pouco a pouco a penetrar pelo crânio e pelos olhos das aves, atingindo células especiais do hipotálamo que desencadeiam a síntese de hormônios. Hormônios são substâncias químicas liberadas por uma célula, que afetam células em outras partes do organismo. Tais hormônios atuam na produção de óvulos dentro do ovário das fêmeas e no crescimento e produção de espermatozoides nos testículos dos machos. Especificamente nos machos, o hormônio principal que desencadeia tudo isso é a testosterona.

T.leucomelas_femea_guarita 2011

Sabiá do barranco (Foto CG Machado)

Sabiá do barranco (Foto CG Machado)

Mas a testosterona faz muito mais do que isso. É um hormônio que, de alguma maneira, altera drasticamente o comportamento do indivíduo. Aquele que era um sujeito pacato e solitário, cujo único objetivo em vida era se alimentar e fugir de predadores começa a ter o desejo de encontrar parceiros sexuais. Se você já passou por isso sabe do que estou falando: desejo, necessidade, vontade. Esse indivíduo pacato passa a ser um falador incessante. Repare como, a partir deste equinócio, os sabiás do seu jardim de repente começaram a emitir o melodioso e até melancólico canto desde o alvorecer até o anoitecer. Antes do equinócio, nada disso acontecia. As aves cantam veementemente durante o período da manhã porque é quando as fêmeas estão férteis. A fertilização do ovo deve ser alcançada nas primeiras horas da manhã para que o ovo, que leva vinte e quatro horas para ser formado, apresente seu maior peso e, portanto desconforto para fêmea, durante a madrugada, quando ela está repousando e escondida de eventuais predadores. As fêmeas então botam seus ovos no primeiro lume da manhã. A cantoria dos machos atinge então seu pico neste horário. Outro pico de cantoria acontece no anoitecer, quando os machos estão defendendo suas posições para a manhã seguinte.

O canto das aves tem duas funções inequívocas e suplementares: atrair parceiros sexuais e repelir competidores potenciais.  Assim, quando o sabiá e a maioria das aves canta, está transmitindo a mensagem de que está disponível: sexualmente ativo. Também está dizendo que aquele território, cheio de recursos alimentares e locais para se construir um ninho é seu, e de mais ninguém. O problema é que os outros sabiás, outrora sujeitos tão pacatos como o primeiro, também estão sob o domínio da testosterona. Esse hormônio tem ainda o efeito de deixar o indivíduo violento. Embates aéreos entre vizinhos tornam-se comuns, e não é raro que ocorram mortes durante as disputas territoriais. Já presenciei casos de óbito entre sabiás e entre sanhaços que visitam meu jardim regularmente. Uma violência, diria o leigo. A natureza, diria o biólogo.

Já está demonstrado que estes embates ocorrem porque é da fêmea a palavra final. Ela é quem escolhe seu parceiro sexual. A escolha é feita levando-se em conta uma série de quesitos, como tamanho do repertório vocal do macho e até as condições da plumagem do macho.

O canto do sabiá, e de tantas outras aves, é apenas o efeito indireto da quantidade de luz no ambiente, consequência da posição do planeta em relação ao astro rei, o Sol. O equinócio da primavera é retratado classicamente, por exemplo, no filme ‘Bambi’ de Walt Disney, como o alvorecer do amor, das flores coloridas, das folhas verdes que brotam dos bordos desfolhados pelo longo, tenebroso e cruel inverno. Mas o equinócio da primavera pode ser visto como o cavaleiro que traz a testosterona, que gera a violência, e a necessidade do indivíduo de permanecer eternamente neste mundo através da reprodução, custe o que custar.

798px-Van_Gogh_-_Country_road_in_Provence_by_night

Van Gogh: Alameda rural em Provença à noite

 

Van_Gogh: Alameda rural em Provença à noite.

[Texto publicado em 01/10/2013 http://www.oeco.org.br/convidados/27633-o-efeito-do-equinocio-sobre-o-canto-dos-sabias].

52 Comentários

  1. O equinócio da primavera ocorrei às 23:20 de 22/09.

    • É isso mesmo Sandro. Esta data é sempre variável. Obrigado pelo comentário.

  2. Muito interessante!
    O que mais me surpreendeu foi o fato do ovo “ficar pronto” em 24 horas.

  3. O ovo “fica pronto” em 24 horas?! Incrível!!!

  4. Olá professor Marcos, adorei o texto.
    Aqui no jardim de casa fico apreciando o canto dos sabiás! Um inclusive com ninho na minha varanda!

  5. Olá! Achei muito bom o texto ^^!
    Só tenho umas dúvidas bobas:
    As fêmeas ficam férteis novamente depois que põem o ovo, certo?
    Então quer dizer que depois do equinócio, as fêmeas de sabiá podem copular muitas vezes e cada dia com um parceiro diferente ? Então ela chocaria muitos ovos cada um de um “pai”?

    • Não exatamente Luisa. Os sabiás são monogâmicos e têm parceiros fixos durante uma estação reprodutiva.

  6. Marcos, mas o equinócio afeta o comportamento de todas as espécies de aves? E a intensidade desta influência, varia de acordo com a espécies ou não?

    • Sim Thiago, o fotoperíodo influencia aves e mamíferos, inclusive humanos. Sim, a intensidade varia.

  7. Nossa Professor, como sempre escrevendo ótimos textos.
    Gostei bastante desse e aprendi muitas coisas novas. Muito obrigada. Abraço

  8. Interessante como um minuto apenas faz uma diferença enorme na natureza.

  9. O texto aborda de forma bastante sucinta como o equinocio interfere na vida dos animais. O fato de que no equinocio há maior incidencia de luz permite que os insetos saem da sua vida de letargia para aproveitar as folhas verdes e suculentas que são consequencias da luz do sol. Antes do equinocio as aves voam menos, cantam menos por nao terem insetos para se alimentar. Um exemplo diário é o canto dos sabiás no inicio da primavera.
    A luminosidade que o equinocio proporciona em maior frequencia age nas aves fazendo com que ela produza hormonio,agindo nos ovarios das femeas e no testiculo dos machos produzindo testosterona. Esse hormonio faz com que os passaros cantem em busca de parceiro sexual e defesa de território, em contra partida um dos efeitos também é a postura violenta que os machos passam a ter. O equinocios proporciona o início de uma longa fase na vida dos animais e garante a reprodução das aves.

  10. Viva o equinócio! Viva a testosterona!.Eu fiquei a pensar como as fêmeas dos sabiás fazem para distinguir os cantos para atrair parceiros sexuais dos cantos para repelir os adversários ou ambos são iguais e eu que estou querendo complicar.

  11. Texto muito enriquecedor! A relaçao ‘dominó’ na natureza é incrivel, muito interessante poetizar sem romantizar esses fenomenos, a visão romântica das flores crescendo, insetos surgindo, sol brilhando as vezes desfoca nossa visão quanto as disputas entre parceiros, a competiçao. Mais um exemplo de como podemos ter um olhar tendencioso quando não analisamos o todo.

  12. Muito bom o texto Professor, abordagem muito interessante. Acho muito intrigante a ao mesmo tempo fantástico como a natureza se relaciona a todo o tempo de forma tão simples e ao mesmo tempo complexa, e muitas vezes nós não compreendemos quão profunda é esta relação. A influência da vida das plantas que gera uma ação em cadeia na vida de diversos animais nos induz a pensar no ciclo da vida e na verdade, na grande teia existente entre todos os seres vivos e como a presença e atuação de cada um no meio é vital para a sobrevivência de todos e equilíbrio da natureza.

  13. Belo texto! Eu já reparei que os passarinhos cantam muito de madrugadinha, às vezes os piados servem até como despertador. Ao entardecer algumas árvores perto da minha casa ficam cheias de passarinhos piando feito doidos. Quando eu era pequena sempre imaginava eles falando uns para os outros: “Esse galho é meu! Saia daqui!” hahahaha E eu estava certa!
    Amo esses animaizinhos!

  14. O texto relata de forma simples como o equinócio interfere no processo de reprodução dos sabiás, nesse caso. As vezes não paramos pra pensar em como tudo no mundo está intimamente interligado. É fascinante ver que um acontecimento tão grandioso como o equinócio pode ter relação com algo relativamente simples como a reprodução de um animal, pelo simples fato de que há mais ou menos luz em determinado período do dia.
    Outro ponto que sempre chama a minha atenção é a relação do canto dos pássaros com a reprodução, e os critérios que as fêmeas utilizam para escolher seus machos.
    Excelente texto, parabéns.

  15. É tão bonito como a natureza esta conectada, como cada elemento está ligado a outros! Sabia sobre a a diferença do canto, uma para reprodução e outro para defesa de território, mas desconhecia o fato da influência do equinócio, acredito que nunca os associaria. Muito interessante como algo que parece ser tão simples aos nossos olhos pode ter uma influência tao grande sobre a natureza.

  16. Adorei esse texto Professor.Nos mostra que a individualidade de cada ser vivo depende da coletividade, e que esse ciclo minuciosamente controlado pela natureza nos da como resultado a vida. Gostei da maneira como abordou as exigências dessa espécie e as estratégias desenvolvidas pela mesma.

  17. Ótimo texto! Como a natureza é linda, cada detalhe se completa, resultando em uma relação magnífica entre os indivíduos. Não sabia que este evento o equinócio, um evento que ocorre devido ao movimento da Terra em torno do sol, influenciaria no canto das aves, durante o seu período reprodutivo.

  18. Excelente texto. É espetacular como a natureza se envolve de maneira perfeita, um fenômeno podendo trazer uma dimensão de processos correlacionados para a coexistência das espécies. Por isto é tão grave o desequilibrio ambiental. Logo, se observa como o canto das aves é extremamente importante para que todos os processos que envolve seu ciclo de vida possa ocorrer de forma favorável. Parabéns.

  19. Texto muito esclarecedor!
    Todo amanhecer de primavera é um espetáculo a parte! Percebemos os “fatores” bióticos e abióticos relacionam-se e como esse relacionamento gera mudanças de comportamento e da paisagem levando a momentos muitas vezes perdemos a oportunidade de presenciar.
    O canto da manhã eu entendia, o da tarde é que, até agora, não fazia muito sentido para mim. Gostei de saber que é pra já defender o território do dia seguinte. Isso também vale, por exemplo, para os galos que cantam ás três da manhã? É como uma preparação para o amanhecer?

    • Ana: defender o território e atrair a parceira.

  20. Mais uma vez percebo que a vida é um ciclo, e apenas 1 minuto pode fazer muita diferença! A mudança nas plantas leva a mudança em cadeia. Excelente texto

  21. Fico encantada como a natureza é dotada de tamanha harmonia, o simples raiar do sol pode desencadear esses processos hormonais nas aves, indicando que o momento de acasalamento se aproxima.E para completar temos como plano de fundo belíssimos cantos e variadas formas preenchendo o azul do céu.

  22. É muito interessante como a incidência luminosa pode causar tantos efeitos positivos na vida das aves, ver que isso interfere na sua reprodução e comportamento; isso é muito legal… A natureza é show.

  23. Muito interessante a relação entre as estações e luminosidade com a reprodução dessas aves. Incrível a luminosidade ativar a produção de hormônios e regular o ciclo reprodutivo, assim como os fêmeas botarem só durante a manhã, para passar o tempo que estiverem mais pesadas longe e menos vulneráveis a predadores isso mostra quão maravilhosa é a interação das aves com o clima, temperatura e natureza.

  24. Adorei o texto. Impressionante, como o ambiente e os seres que o compõem interagem de forma tão perfeita. Com isso, quando ocorre um desequilíbrio no ambiente é prejuízo para todos.

  25. A importância do equinócio no ecossistema é mais profunda do que imaginava. A natureza é muito harmônica!
    Já havia percebido que os sabiás cantarolavam mais durante a primavera, mas não sabia que os mesmos deixavam de ser pacatos e deixavam os “hormônios” falarem mais alto, e que é o equinócio um fator decisivo no ciclo reprodutivo dessa ave tão bela.

  26. Estou aprendendo mais de geografia nestes textos, que aprendi em todo ensino médio! Sem contar sobre as aves. A respeito do fato que os machos, principalmente, os galos, que costumam a cantar lá pelas três da madrugada, estes estão com suas testosteronas a mil hein?! Haja vontade de procriar!

  27. Muito bom esse texto! O canto dessas aves com diferentes funções é encantador, mostra a sintonia que eles precisão estar para se comunicarem de forma eficiente.

  28. Sensacional como um minuto a mais é capaz de desencadear tantas atividades em um ambiente e nos indivíduos que o compõe.

  29. Impressionante a relação entre a fisiologia do equinócio e a estação do ano, principalmente na primavera onde entram em estagio reprodutivo. Não tinha conhecimento sobre a importância do canto para a atração e para a competição entre os indivíduos. Muito interessante.

  30. É fantástico como o ambiente influência a vida de todos os seres, há uma grande harmonia em tudo isso. Não fazia ideia da grande influência que o equinócio exerce sobre os sabiás.

  31. Texto muito esclarecedor, nunca imaginava que os cantos dessas aves pela manhã tinha a ver com a atração sexual e no cantos ao anoitecer tinha a ver com defesa do território. Achava que independente do horário dos cantos podia significar ou um ou outro fator mencionado. Parabéns pelo texto.

  32. Muito interessante o modo com que o senhor demonstra os acontecimentos. É possivel perceber que tudo é um ciclo sem fim, mediado pelo fenômeno do equinócio. Além disso, muito interessante como a luminosidade influencia nos hormônios, e posteriormente na produção de óvulos dentro do ovário das fêmeas e no crescimento e produção de espermatozoides nos testículos dos machos.
    Engraçado como coisas tão “simples” como o equinócio influenciam na vida dos animais, mudando seu comportamento, despertando-o para o interesse em um parceiro. Por fim, gostaria de também parabeniza-lo pela belíssima conclusão!

  33. Muito interessante como a alteração do fotoperíodo modifica muito as relações ecológicas, e no equinócio é impossível não perceber a manifestação dos sabiás.

  34. A natureza em perfeita sintonia…Esplêndido!

  35. Muito interessante a forma como a incidência luminosa pode desencadear a produção de hormônios e, desta forma, regular o ciclo reprodutivo das aves, o que acaba interferindo no comportamento das mesmas.Tal fenômeno demonstra a sintonia existente das aves com a natureza. Simplesmente encantador!!

  36. Como na natureza tudo é conectado e sincronizado!

  37. “Uma violência, diria o leigo. A natureza, diria o biólogo.” .
    Muito legal ver a forma como essas aves são ‘transformadas’ por hormônios! Não sabia que o equinócio estava relacionado tão diretamente com o comportamento dessas aves.

  38. Incrível como as coisas estão todas relacionadas… posição do planeta e mudança comportamental…parecem coisas tão distantes, mas faz todo sentido mesmo.

  39. Sempre fascinante o efeito de eventos astronômicos sobre a vida na Terra, tendo efeito em escalas moleculares que resultam em alterações comportamentais que nós humanos temos a oportunidade de contemplar.

  40. Time perfeito, de madrugada os ovos estão mais pesados, atrapalhariam a fêmea a se locomover, logo pela manhã elas os põe e os machos começam a cantar. Pelo canto dá pra saber que estão querendo uma parceira ou defendendo território, que bonito!

  41. Belíssimo o texto Marcos! É interessante pensar como os astros influenciam diretamente a vida dos seres, e em especial neste caso, é legal pensar que no equinócio, que muitas vezes é passado despercebido por muita gente, é um grande influenciador no modo de vida das aves, não só da aves como das plantas e insetos, o que acaba por desencadear uma série de consequências relacionando esses indivíduos. O que me chamou mais atenção foi o fato dos cantos da aves serem diretamente influenciados pela intensidade luminosa, vale a pena pesquisar mais sobre!

  42. Se colocarmos luz artificial, intensa, é capaz de uma ave confundir com o sol? Agora entendi porque 5 horas da matina vinha um bem-te-vi por um bom período no quintal da minha casa me presentear com seu canto. Belo texto professor, e bem esclarecedor também!

  43. Acho muito curioso o ovo ficar pronto em 24 horas. O texto explica bem um conteúdo técnico de maneira que qualquer pessoa possa entender, além de esclarecer o motivo pelo qual as aves cantam ao amanhecer e ao anoitecer.

  44. Excelente texto Marcos. O que mais me chamou atenção foi a forma que a primavera foi relatada, e particulamente, acho muito mais bonita assim. A disputa por território e parceira sexual é essencial para que esses indivíduos continuem existindo. Mostrar a natureza como ela realmente e sem romantizar é, com certeza, muito melhor.

  45. Incrível a influência da luz no comportamento! Isso faz pensar o quanto as grandes cidades e suas inúmeras fontes de luz influenciam nos processos naturais da avifauna…

  46. Excelente texto!! Como é incrível e interessante como tudo na natureza está relacionado.

  47. A competição/seleção sexual dessas aves tem uma curiosidade à parte. Em boa parte dos outros animais normalmente é a fêmea que libera feromônios, e esses atraem os machos. Nesse caso o macho produz a testosterona baseado na incidência de luz, e cabe a ele realizar os displays e mostrar que ele é o macho mais adequado.

    No mínimo curiosa essa maneira de corte.

    Muito interessante.

  48. Gostei muito do texto, foi um ótimo link entre diversos assuntos que nós, por aprendermos de forma segmentada, muitas vezes deixamos passar sem pensar que são intimamente relacionados. Parabéns pela delicadeza em que as informações foram passadas, mostrando que tudo afinal está ligado. E mais uma vez, meu eterno ‘tirar de chapéu’ para a natureza, que é magnífica!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *